Faça seu agendamento: (51) 3222-5410 | 3314-8555 | 3314-8556

Image

Quais são os riscos de abortamento na gestação?

O aborto em uma gestação ocorre quando há perda espontânea do bebê nas primeiras 24 semanas da gravidez. Para a maioria das mulheres, é um evento isolado, de difícil previsão, sem que interfira nas tentativas seguintes, que provavelmente serão bem sucedidas. Porém, em torno de 1% dos casos, pode haver o que é chamado de aborto de repetição, necessitando investigação. 

 

As causas de abortamento não são completamente conhecidas. Estima-se que 50% dos abortos precoces (aqueles que acontecem em até 12 semanas de gestação) estão associados com modificações cromossômicas no embrião. Há outras causas que podem estar relacionadas, como a idade dos pais (desempenha um papel importante), pois o risco aumenta conforme a faixa etária. Além disso, há outros fatores como problemas uterinos, consumo de cigarro e álcool, o peso da mulher muito acima ou abaixo do aconselhado,alterações hormonais e infecções (sífilis, HIV, dengue, rubéola, entre outras). 

 

Para que o casal consiga superar a dor da perda e se sentir fortalecido, é essencial o aconselhamento obstétrico, a fim de orientar as mulheres que sofreram abortamento. Pode ser necessária a intervenção de procedimentos da área de reprodução assistida,a fim de garantir maior chance de sucesso. Sempre procure ajuda especializada e não deixe de viver seu sonho.

 

Dra. Isabel de Almeida