Faça seu agendamento: (51) 3222-5410 | 3314-8555 | 3314-8556

Image

Fertilidade tem declínio natural a partir dos 30 anos

A postergação da maternidade se tornou uma realidade em muitos países, algo que mudou desde o surgimento da pílula anticoncepcional e a ascensão ao mercado de trabalho. Porém, muitas mulheres deixam para engravidar depois dos 30 anos e podem encontrar dificuldades.

 

Um dos fatores que explica isso é o declínio natural da fertilidade, relacionado ao avanço da idade. Muitas mulheres desconhecem o processo reprodutivo e suas limitações, subestimando os impactos do tempo nas chances de uma gestação de sucesso. Isso ocorre devido à queda na reserva ovariana, que vai aumentando expressivamente após os 35 anos, apresentando uma redução drástica na quantidade de óvulos. Essa diminuição expressiva acompanha a piora na qualidade dos óvulos, intensificando as chances de ocorrerem defeitos genéticos que provocam abortos espontâneos. Por isso, quando a gravidez é tardia, a mulher deve acompanhar a reserva ovariana através de exames. 

 

Quando a queda é detectada, entram os métodos de reprodução assistida em cena, capazes de preservar os óvulos por meio do seu congelamento. Outra técnica que pode ser utilizada é a fertilização in vitro (FIV), que consiste na coleta de gametas masculinos e femininos para que ocorra a fertilização dentro do laboratório, em ambiente controlado. Se você deseja postergar a maternidade, informe-se conosco. O sonho de ser mãe, ainda que tardiamente, pode ser bem mais tranquilo quando você realiza com planejamento e ajuda da ciência.

 

Por Dra. Isabel de Almeida