Faça seu agendamento: (51) 3222-5410 | 3314-8555 | 3314-8556

Image

Congelamento de óvulos e Zica vírus

O congelamento de óvulos tem se mostrado uma técnica eficiente para preservação da fertilidade. Em um primeiro momento, as mulheres com câncer que iriam se submeter a tratamentos como quimioterapia ou radioterapia, os quais poderiam levar à infertilidade no futuro, foram as primeiras a usarem esta técnica.

Após, mulheres que desejam postergar a maternidade, mas que sabem que sua reserva ovariana irá diminuir ao longo do tempo, também começaram a buscar informações acerca deste procedimento.

Recentemente, algumas clínicas no nordeste do país têm relatado que a procura por congelamento de óvulos têm aumentado em função do medo do Zica vírus.O Zica vírus é um membro da família dos flavovírus, que também inclui a dengue e a febre amarela. Seu nome se deve ao fato de ter sido identificado pela primeira vez em 1947 no sangue de um macaco que habitava a Floresta de Zica, em Uganda, na África. O Zica vírus é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo da dengue. Os principais sinais e sintomas de infecção pelo Zica vírus são manchas vermelhas na pele, febre, dores nas articulações e no corpo, dores de cabeça e conjuntivite. A infecção pelo Zica vírus pode ser confundida com a dengue. O grande problema na gestação é que ele tem sido associado à microcefalia nos bebês.

Desta forma, mulheres que moram em áreas onde a incidência de Zica vírus é alta e não podem postergar a gestação, podem recorrer às técnicas de congelamento, tanto de óvulos como de embriões, guardando-os até que haja um controle maior da epidemia.

Dra. Isabel de Almeida