Faça seu agendamento: (51) 3222-5410 | 3314-8555 | 3314-8556

Image

Blog

Adiar a maternidade não é mais um problema. Com a introdução da pílula anticoncepcional, no início da década de 60, a mulher passou a controlar o processo reprodutivo. As mulheres passaram a buscar independência e reconhecimento profissional, quebrando paradigmas e evidenciando que ter filhos não é sinônimo de felicidade.

Atualmente, escuta-se muito sobre o congelamento de óvulos. Essa técnica é eficiente para preservar a fertilidade. Mulheres que desejam postergar a gestão, mas sabem que sua reserva ovariana irá perder a qualidade ao longo do tempo, começaram a buscar informações sobre esse procedimento. Além disso, é um método importante para mulheres com câncer e que irão realizar quimio ou radioterapia, pois são tratamentos que podem causar infertilidade no futuro. 

O Rio Grande do Sul é o terceiro estado do país que mais congelou embriões no ano passado: foram mais de 7 mil, o que representa 8% do total nacional. O Brasil aumentou 18,7% o número de procedimentos de reprodução humana assistida; entretanto, a oferta não vem acompanhando a demanda crescente pelo serviço. Pensando nisso, o Hospital Moinhos de Vento inaugurou, no dia 19 de novembro, seu Centro de Fertilidade para concretizar o sonho de muitos casais.