Faça seu agendamento: (51) 3222-5410 | 3314-8555 | 3314-8556

Saiba que procedimentos devem ser feitos antes da Implantação de Embriões

Muitas pessoas que desejam engravidar optam pela implantação de embriões. Mas antes deles serem transferidos para o útero da mãe, alguns exames são realizados para maior segurança sucesso do procedimento. O Diagnóstico Genético Pré-implantacional (PGD) e o Screening Genético Pré-implantacional (PGS)  Consiste basicamente na biópsia de algumas células do embrião no estágio de blastocisto e tem como objetivo identificar alterações genéticas.

Os dois exames avaliam a saúde do embrião: enquanto o PGD analisa os genes que podem ser responsáveis por doenças hereditárias, o PGS estuda alterações cromossômicas.

Para quem é indicado?

Para famílias com histórico de doenças genéticas. Indicado para idades avançadas, acima dos 37 anos, histórico clínico de aborto, homens diagnosticados com sêmen de baixa contagem de espermatozóides, casais com filhos portadores de anomalias cromossômicas.

QUAIS DOENÇAS PODEM SER DETECTADAS?

Mais de 200 doenças podem ser detectadas pelo diagnóstico genético embrionário. Entre elas as cromossômicas (ex.: Síndrome de Down, Síndrome de Pateau, translocações cromossômicas) e gênicas (ex.: talassemia, fibrose cística, Doença de Huntington).