Faça seu agendamento: (51) 3222-5410 | 3314-8555 | 3314-8556

O que ajuda ou atrapalha a fertilidade

Existem hábitos ou condutas que favorecem a fertilidade já comprovados pela ciência. Para a Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva, existem formas de aumentar as chances de sucesso da concepção.

Uma delas é aproveitar a janela fértil, tendo uma relação por dia ou a cada dois dias. A janela acontece cerca de duas semanas antes da menstruação e dura seis dias.

O mito de que apenas a idade da mulher importa já caiu por terra. Prova disso é uma pesquisa recente da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, que mostrou a diferença entre as taxas de sucesso de mulheres entre 35 e 40 anos que tentaram engravidar com homens da mesma faixa etária ou mais novos. Com homens da mesma faixa, o percentual de sucesso foi de 54%. Já com homens mais novos, na faixa dos 30, o percentual foi de 70%.

Exames de ultrassom e do hormônio luteinizante ajudam a detectar o período fértil e, consequentemente, aumentam as chances de concepção.

Lubrificantes vaginais são tóxicos para espermatozoides e inibem a sua movimentação. Portanto, devem ser deixados de lado se o objetivo é engravidar.

Excesso de peso atrapalha a fertilidade. A obesidade prejudica a parte hormonal, afeta a ovulação, a qualidade do sêmen e sua quantidade.

Atividade física regular e moderada contribui para perda de peso e ajuda a fertilidade. O extremo oposto à obesidade, ou seja, excesso de magreza, de atividade física e anorexia também atrapalham a fertilidade.

Anabolizantes prejudicam a fertilidade, tanto em homens como em mulheres. O corpo entende que há excesso de hormônios e param de produzi-los. Homens param de produzir espermatozoides e mulheres ficam com o ciclo menstrual irregular.