Faça seu agendamento: (51) 3222-5410 | 3314-8555 | 3314-8556

Conheça as histórias da série Fertilidade- Um projeto de Vida

Na série exibida pelo Fantástico, Fertilidade- Um Projeto de vida, a apresentadora Poliana Abritta relata a realidade, que segundo a Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida, afeta 8 milhões de brasileiros. De acordo com a instituição, em 2017 foram realizados mais de 36 mil procedimentos do tipo. A maioria opta pelo tratamento por conta de problemas de saúde, por estarem em uma relação homoafetiva ou por não ter um parceiro.

Durante um ano, os jornalistas acompanharam homens e mulheres nesse caminho cheio de ansiedade, poucas certezas e, muitas vezes, bastante sofrimento. Em quatro episódios, contaremos as histórias da Simone, do André, da Betânia, da Priscila, do Pedro.

Cada episódio aborda um aspecto dessa trajetória: a busca por um diagnóstico, as causas de infertilidade de homens e mulheres, os tratamentos, e os avanços da ciência no Brasil e em países como a Espanha e o Japão.

RESUMO DOS EPISÓDIOS

Somos apresentados à história de casais que querem ter filhos e não conseguem. Cientistas em todo o mundo hoje pesquisam formas de rejuvenescer os óvulos.  Estudos com células tronco vêm sendo feitos, em caráter experimental, mas um menininho no Japão é símbolo de um avanço. Ele é filho de uma mulher que teve menopausa precoce e ficou infértil com apenas 30 anos. O médico Kazuhiro Kawamura e sua equipe desenvolveram em Tóquio uma técnica para despertar, em laboratório, óvulos adormecidos no ovário dela.

No segundo episódio o foco são os motivos que impedem o nascimento. A própria apresentadora conta que passou sete anos tentando engravidar, mas não conseguiu devido à endometriose, doença ginecológica que descobriu após investigar o motivo da infertilidade.

Nesse episódio são explicadas como são realizadas fertilização in vetro. Como apenas quatro hospitais públicos brasileiros oferecem o tratamento gratuito, o tempo de espera costuma ser longo. Muitas mulheres optam por clínicas particulares, onde os preços variam de 20 mil a 30 mil reais e não há cobertura de planos de saúde. Sem garantia de sucesso, às vezes é preciso tentar mais de uma vez.

No último episódio, nos é apresentados a luz no fim do túnel, demonstrando alternativas que revertem esse quadro. Poliana Abritta, se identifica com as dores e angústias dos personagens e conta que após diversas tentativas, decidiu fazer uma fertilização in vitro e hoje é mãe de trigêmeos: Manuela, José e Guido.