Faça seu agendamento: (51) 3222-5410 | 3314-8555 | 3314-8556

Dúvidas sobre congelamento de óvulos

Congelar óvulos deixou de ser uma opção apenas para poucas pessoas, ficando ao alcance de muito mais mulheres em relação à época em que surgiu a técnica. Com isso, as dúvidas se popularizaram. Por isso, vamos prestar algumas informações básicas esclarecedoras:

Por que congelar? – para ter a possibilidade de engravidar mais tarde a partir de óvulos de melhor qualidade. Conforme o tempo passa, a produção diminui, assim como a qualidade dos óvulos.

Existe uma idade ideal para fazer o congelamento? – quanto antes, melhor, em razão da qualidade já mencionada e da quantidade. O ideal é que seja até os 35 anos de idade, no máximo.

Como é feito o procedimento? – são aplicadas injeções para estimular a produção ovariana de 10 a 12 dias. O procedimento dura cerca de 15 minutos com a paciente sedada. A retirada é feita com aparelho de ultrassom e os óvulos congelados pelo tempo que for necessário até serem utilizados.

O congelamento é indicado só por motivos de doença? – não, embora uma das indicações seja para preservar os óvulos antes do início de quimioterapia, para mulheres com endometriose e com casos de menopausa precoce na família. Mas o congelamento dá a chance a qualquer mulher de ter uma gravidez tardia, o que tem sido cada vezais frequente.

Os óvulos congelados têm prazo de validade? – o prazo é indeterminado e os óvulos congelados oferecem praticamente as mesmas chances de gravidez que os óvulos frescos.

Congelar óvulos garante a gravidez no futuro? – as chances são as mesmas da época em que os óvulos foram congelados.