Faça seu agendamento: (51) 3222-5410 | 3314-8555 | 3314-8556

Image
Image
pop-up.jpg

Dr. Eduardo Pandolfi Passos

Diretor da Clínica Segir de Reprodução Assistida;
Diretor do Centro de Reprodução Assistida do Hospital de Clínicas;
Professor do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da UFRGS;
Doutor em medicina pela Universidade Federal de São Paulo, pesquisador e orientador de pesquisas em nível de pós-graduação, com especialização em reprodução humana na Universidade de Milão, Itália;
Professor titular do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul;
Ex-presidente da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida.

Currículo completo

Drª. Isabel Cristina Amaral de Almeida

Diretora da Clínica Segir de Reprodução Assistida.
Médica formada pela UFRGS, com especialização em Ginecologia e Obstetrícia, ex-fellow da Universidade de Nova Iorque.

Clínica Segir

Situada na Rua Mostardeiro, bairro Moinhos de Vento, Porto Alegre, a Clínica SEGIR possui toda a estrutura necessária para realizar os mais diversos procedimentos na área de Reprodução Humana.

Disponibiliza avaliação de infertilidade, atendimento ginecológico e obstétrico, ecografia, ultra-sonografia, diagnóstico genético pré-natal, histeroscopia, laboratórios de sêmen e embriologia, além de assistência terapêutica a casais inférteis.

Blog

Explicamos as principais dúvidas envolvendo fertilidade

Existem hábitos e atitudes diárias que aumentam as chances de fertilidade. Por isso, explicamos as principais dúvidas envolvendo o assunto, confira!

Fertilidade e novo coronavírus: tudo o que você precisa saber

A pandemia do novo coronavírus tem gerado diversas dúvidas para os casais que pretendem ter filhos. Por isso, explicamos as principais perguntas relacionadas ao assunto, assim você pode ficar mais tranquilo e bem informado.

Orientações para pacientes em tratamento de fertilidade

Pacientes em tratamento de fertilidade estão ainda mais preocupados com o avanço da Covid-19. Sabe-se muito pouco sobre o impacto do novo coronavírus na reprodução assistida e gravidez. Há mulheres que testaram positivo e deram à luz bebês sem a doença. Porém, não se sabe se é uma regra para todas.