Faça seu agendamento: (51) 3222-5410 | 3314-8555 | 3314-8556

Clínica Segir

Tecnologia com Vida

Aviso Conselho Federal de Medicina

"Neste mês de novembro, o Conselho Federal de Medicina, conforme Resolução n. 2168/2017, reduziu para TRÊS anos o prazo para que os embriões armazenados nas clínicas de reprodução assistida possam ser descartados.

Esta resolução vale tanto para casais que não desejam mais manter seus embriões congelados quanto para os casos de abandono, que são as situações onde os casais deixaram seus embriões congelados há mais de três anos e não mais entraram em contato com as clínicas para manter o congelamento.

Em ambos os casos, o Conselho federal de Medicina autoriza o descarte de embriões."

Clínica Segir

Situada na Rua Mostardeiro, bairro Moinhos de Vento, Porto Alegre, a Clínica SEGIR possui toda a estrutura necessária para realizar os mais diversos procedimentos na área de Reprodução Humana.

Disponibiliza avaliação de infertilidade, atendimento ginecológico e obstétrico, ecografia, ultra-sonografia, diagnóstico genético pré-natal, histeroscopia, laboratórios de sêmen e embriologia, além de assistência terapêutica a casais inférteis.

Blog Segir

Não consigo engravidar, e agora?

Quando um casal decide ter um filho biológico por meio de fecundação natural não imagina ter qualquer problema e começa a tentar. Com o passar do tempo, meses ou anos, percebe a necessidade de buscar ajuda profissional e passe conhecer os inúmeros problemas que podem estar afetando a fertilidade de um ou ambos.

Perdas gestacionais

 A medicina define o aborto espontâneo como uma gravidez que é interrompida com uma naturalidade até a semana de gestação, quando o bebê ainda pesa menos de 500 gramas. Esse problema, acomete cerca de 20% das mulheres. Quando, por exemplo, três vezes consecutivas, se torna um aborto por repetição.

Os 60% são feitos por memórias nos genes de embrião, que ocasionalmente são mais de menos que os cromossomos que são necessários para a vida. Use tags como e realize um tratamento, já que, como proteínas imunológicas, pode acarretar em falhas em testes de fertilização in vitro.

Cuidar da saúde é também cuidar da fertilidade

Pessoas saudáveis têm mais chances de conseguir realizar o sonho da maternidade ou paternidade. Existem vários fatores que influenciam a produção de óvulos e espermatozoides. O fato do homem ou da mulher não apresentar nenhum problema de saúde não significa que ela/ele esteja livre de problemas, pois até o meio ambiente pode afetar a fertilidade.
Existem perigos invisíveis, substâncias às quais as pessoas são expostas e sequer fazem ideia dos danos. Por exemplo, produtos químicos como os agrotóxicos podem, gradativamente, afetar o funcionamento de ovários e testículos.

A automedicação é muito comum no Brasil e como os medicamentos podem ser outra fonte prejudicial à fertilidade, temos milhões de casais cujo sonho de ter filhos corre riscos. Por isso, é fundamental só consumir remédios com orientação médica e sempre avisar ao profissional quando existe a vontade de engravidar para que não seja receitado um medicamento que interfira no processo.

De maneira geral, as práticas saudáveis servem para qualquer idade, sexo ou situação. Em se tratando de fertilidade, fumar, consumir bebidas alcóolicas, estar acima do peso e ter elevado nível de estresse são práticas que podem acabar impedindo a gravidez. Por isso, é fundamental cuidar da saúde e abandonar vícios. Atividades físicas regulares ficam na ponta contrária junto com alimentação balanceada.

Outro ponto que muitos casais esquecem é a idade, pois quanto mais tarde, menores as chances de engravidar porque a produção de óvulos e espermatozoides cai em quantidade e qualidade com o passar do tempo.